domingo, 24 de fevereiro de 2013

Queixar de Barriga Cheia

Acho muita piada ao velho argumento de "queixam-se de barriga cheia.". Acho ainda mais engraçado o facto de muitos pensarem que só eles é que fazem tudo e que têm horários sobrecarregados. Só eles é que têm estágios, só eles é que fazem dezenas de quilómetros, só eles é que têm responsabilidades... Os outros têm vida facilitada por viverem com os pais que até lhes metem a comida na boca. Sim, é assim que certas pessoas da minha faculdade pensam e eu questiono-me se eles sabem mais da minha vida que eu. Nunca foi do meu feitio queixar-me sem ter razões para tal. Levantar-me três dias às 5h40 da manhã para ir para o comboio, de modo a que às 8h15 esteja a entrar na faculdade, é algo que me deixa estafada, já para não falar que sou obrigada a acordar outras pessoas para me levarem à estação, o que não me deixa de todo bem. Basicamente, 4 horas diárias são desperdiçadas em transportes públicos. Claro que não é só as viagens que me deixam cansada. As próprias aulas, o facto de ter de ajudar em casa, fazer jantar, arrumar todos os dias, depois fazer os trabalhos, escrever, desporto, família e amigos ocupam os meus dias e há coisas que me estafam mais que outras. Há noites que eu não durmo mais que quatro horas e levanto-me porque tenho de ir ouvir as aulas. Eu preferia ter um horário melhor distribuído em vez de ter apenas três dias de aulas porque assim tinha mais tempo para mim e para as minhas coisas. Não sou como a pessoa em questão que numa semana é capaz de aparecer duas vezes. Mas pronto, é como digo, as pessoas sabem mais da minha vida que eu própria e eu adoro isso! 

1 comentário:

  1. Força, verás que todo o sacrifício que fazes agora será recompensado.

    ResponderEliminar

"Procura o que escrever, não como escrever." Séneca
Aviso: Não se aceitam comentários que não se relacionem com o post. Obrigada pela compreensão.