quarta-feira, 25 de maio de 2011

Sweet Dreams


Hoje não sonhei com nada. Limitei-me a deitar no meu leito, aconchegar os lençóis, cerrar os olhos, desligar o telemóvel e virar-me para o lado oposto da janela para adormecer. 
Odeio não sonhar. Tenho razões de sobra para não gostar de sonhar e embora pareça contraditório eu gosto de sonhar quando durmo mas não gosto dos meus sonhos. Rara é a noite em que não tenho pesadelos e raramente sonho com coisas agradáveis.
Já se imaginaram cair num poço interminável? Num leito de cobras prontas a cravarem os seus dentes na vossa pele? Correr desalmadamente tendo a impressão que se está no mesmo local? Acordarem com a sensação que alguém gritou tão agudamente aos vossos ouvidos que vos obrigou a acordar?
Não é nenhuma história. Os meus sonhos são assim.

2 comentários:

  1. Já viste os significados?
    Podes não acreditar, mas a mim os significados costumam fazer sentido.

    ResponderEliminar

"Procura o que escrever, não como escrever." Séneca
Aviso: Não se aceitam comentários que não se relacionem com o post. Obrigada pela compreensão.