quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Don't look at my body. I'm better inside.

Há aquelas pessoas que olhamos para elas e nos parecem antipáticas. Cenho carregado, olhar petulante, distantes de tudo e de todos e parecem nem ter uma nódoa de sentimento. No entanto, vemo-nos obrigadas a confrontá-las, falar com elas, pedir uma informação, o que seja, e deparamo-nos com uma pessoa afável, sorridente, que se mostra prestável e nos diz que se precisarmos de mais alguma coisa podemos ir ter com ela. Essas pessoas cativam-me porque eu percebo-as. Mantêm a distância, não se misturam muito mas depois acabam por se mostrarem as pessoas mais fiéis que temos! Eu gosto de pessoas assim. Claro que tenho receio de chegar ao pé delas e levar uma resposta menos aprazível, mas depois vejo que são pessoas espetaculares! E lá está, eu adoro caixinhas de surpresa e isso é o que mais me atrai nas pessoas. Não é serem belas, mas terem aquele charme e aquele espírito indecifrável que as torna especiais. É o facto de serem diferentes e interessantes. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

"Procura o que escrever, não como escrever." Séneca
Aviso: Não se aceitam comentários que não se relacionem com o post. Obrigada pela compreensão.