domingo, 30 de setembro de 2012

"Somos feitos da mesma matéria que os nossos sonhos"

"Estás habituada a cair, a esfolar joelhos, ficar cheia de hematomas e a correres para aliviar a dor. Provavelmente, colocas gelo, uma pomada, recebes boas palavras de quem cuida de ti e a dor começa a desvanecer até que cessa. Continuas a andar, sobes uma escada por ante outra e voltas a cair. Voltas para trás e voltas a curar a ferida para que não infecione e não ganha pus. Já pensaste no dia em que caíres e não conseguires te levantar com dores pungentes? Já pensaste no dia em que estarás frente a frente com alguém que possivelmente te vê como uma inimiga, tu no chão, dobrando-te com tantas dores e te aperceberes que não te podes levantar como anteriormente farias e curar as feridas? É essa a vida que queres? Magoar-te, deparares-te com casos infelizes, capazes de te abalar? É isso que queres?"
"É isso que quero."

3 comentários:

  1. Às vezes as pessoas não veem o lado bom das coisas. Só olham para o geral, e o geral, para a maioria das pessoas, é mau.
    Mas tem que haver alguém que não se importe, que queira até isso. Tu és uma dessas pessoas. E vais ser muito feliz

    ResponderEliminar

"Procura o que escrever, não como escrever." Séneca
Aviso: Não se aceitam comentários que não se relacionem com o post. Obrigada pela compreensão.