sexta-feira, 15 de julho de 2011

Death: you´re a bitch!

Ontem vi um videoclip que me colocou a pensar e a lacrimejar, coisa que não é muito normal... Depois, para complementar o meu raciocínio fui ler algo que me chamou à atenção quando vi diferenças entre videoclips da mesma banda e descobri que um membro tinha morrido acidentalmente. Então eu comecei a chorar porque eu nunca iria superar a morte de um amigo meu. Nunca. Eu não iria suportar fazer uma retrospectiva e relembrar tudo aquilo que fizemos, tudo aquilo por que passamos juntos... cada palavra dita, cada maluqueira feita. Iria ser doloroso lembrar-me deles e saber que eles não estariam ao meu lado para me dizer nem que fosse " és mesmo parva!" ou "Odeio-te!". Daria tudo para ouvir isso se algo fatal acontecesse! E cada vez que me lembro que a morte é inevitável, não consigo conter este pensamento porque eu tenho a certeza que, a partir daí, tudo vai mudar na minha vida. Eu sempre mudei com mortes e de amigos não seria excepção...
Agora usando a célebre frase... se vocês viveram mil dias, eu quero viver mil dias menos um só para não sofrer com a vossa partida.
A maioria nem imagina o quão importantes são na minha vida! Eu posso nem mostrar mas quando eu sou demasiado emotiva é porque me afecta e isso afectar-me-ia de uma forma brutal... E quem me conhece sabe perfeitamente como foi no passado... Portanto, se algum de vocês ler isto, por favor, não morram. 

4 comentários:

  1. Penso exactamente como tu. sem tirar nem pôr.

    ResponderEliminar
  2. Quem não tem conversas deste tipo não sabe o que é que é rir a brava xDDD

    ResponderEliminar

"Procura o que escrever, não como escrever." Séneca
Aviso: Não se aceitam comentários que não se relacionem com o post. Obrigada pela compreensão.